O QUE VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

CAMPO BOM

O PEQUENO GIGANTE DO VALE

Com apenas 60 quilômetros quadrados de área, Campo Bom não tem uma extensão territorial expressiva. Mas o potencial empreendedor do município é notável. É por isso que o município é conhecido como O "Pequeno Gigante do Vale", slogan criado na administração de Karl Kopittke, em 1983, que retrata com fidelidade a imagem de Campo Bom. Embora deva seu desenvolvimento ao setor calçadista, a cidade apresenta uma economia diversificada. As indústrias metalúrgica, química e oleira (fabricação de tijolos e telhas), representam a variedade produtiva, além da automotiva, que é mais recente.

Campo bom foi o primeiro município do Brasil á exportar calçados. É também onde foi promovida a 1° feira Nacional de Calçados, que originou a Fenac, em Novo Hamburgo.

Campo Bom é uma grande cidade porque está focada no futuro, buscando diversificar suas atitudes por meio de parcerias com diversas instituições. O município está começando a viver uma nova realidade com a instalação do Parque Tecnológico do Vale do Sinos , no Distrito Industrial Norte, às margens da RS 239.

A cidade ainda mantém suas origens rurais graças a investimentos junto ao pequeno núcleo de produtores ativos. Campo Bom é, atualmente, o maior produtor de Mudas de Hortaliças do Estado do Rio Grande do Sul. Anualmente são produzidas cerca de 80 milhões de mudas em 30 estufas que compreendem 25 mil metros quadrados.

E não é só na economia que Campo bom se destaca como "Pequeno Gigante do Vale". A qualidade de vida, a educação, a vida comunitária e o lazer também são referenciais. As iniciativas e propostas inéditas são tradição do município do Vale do Sinos. A cidade ostenta a primeira ciclovia da América Latina, viu surgir a escola evangélica pioneira no país, além da primeira igreja de culto evangélico do sul do Brasil.

É um município que conta com as águas do Rio dos Sinos e registra as temperaturas mais quentes do Estado do Rio Grande do Sul no verão e até mesmo algumas vezes nas outras estações do ano.

Um dos principais atrativos da cidade é o Largo Irmãos Vetter, que conta com uma torre-mirante, chafarizes com iluminação artística, palco para shows, monumentos históricos, entre outros atrativos.

Em 2008 a cidade deu mais um passo importante com a construção do Centro de Educação Integrada (CEI), que abrange além de uma moderna escola, um complexo cultural com biblioteca, salas de cinema, teatro, anfiteatro ao ar livre e escola de arte-educação e o complexo esportivo com ginásio poliesportivo, quadras cobertas, quadras de areia e piscina. Obra que deixa orgulhosos os moradores desta cidade.